Vereadores aprovam a destinação de mais R$ 2.1 milhões para a saúde

Os vereadores aprovaram na última sessão ordinária, realizada na terça-feira (07), a destinação de mais R$ 2.1 milhões, para serem investidos na saúde da população.

Deste valor, R$ 1.6 milhão será destinado ao Hospital São Lucas, para o pagamento de despesas relacionadas aos atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os outros R$ 500 mil, serão destinados ao Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires, no qual o município faz parte. O valor será investido na compra de materiais e equipamentos para o combate ao novo coronavírus.

O vereador Marcos Paulista (PTB) ressaltou a importância da aprovação dos projetos, que foram protocolados no Legislativo no dia 30 de junho e foram aprovados com agilidade.

“A Câmara de Vereadores está cumprindo com a sua função, que é analisar e aprovar os projetos importantes para o municípios. São recursos que serão investidos no combate ao coronavírus.”

O valor destinado a Fundação Luverdense de Saúde, entidade mantenedora do Hospital São Lucas, será pago em seis parcelas mensais, mediante a prestação de contas aos Poderes Executivo e Legislativo.

Segundo o vereador Jiloir Pelicioli (Mano- Pros), o valor pago pelo Ministério da Saúde aos hospitais que atendem pacientes por meio do SUS, não é suficiente para cobrir os custos, por isso, a necessidade de o município complementar.

“Existe uma defasagem muito grande na tabela do SUS e para que os hospitais do Brasil inteiro tenham profissionais, precisa complementar o valor. Esse recurso é para pagar os atendimentos da nossa população.”

Em relação ao valor destinado ao Consórcio de Saúde, o recurso será pago em duas parcelas de R$ 250 mil. O valor também será investido na compra de equipamentos de proteção individual, materiais médicos, medicamentos e testes para o diagnóstico da Covid-19.

Ascom/Marcello Paulino