Trabalhador rural que morreu em violento acidente na BR-163 em Lucas será sepultado em Várzea Grande

Será sepultado em Várzea Grande o corpo do trabalhador rural Laércio Volpato Fragerri, 62 anos, que morreu, esta manhã, em um violento acidente nas proximidades da ponte do Rio Verde, na saída de Lucas para Sorriso. Ele dirigia um Toyota Corolla, placas de Várzea Grande, quando se envolveu em uma colisão com uma Scania 113H branca, e morreu na hora. O trabalhador rural era casado e deixa filhos.

Laércio viajava sozinho. O carro que ele dirigia ficou com a lateral esquerda e a frente completamente destruídas e parou às margens da rodovia. Com a violenta pancada frontal, a roda dianteira esquerda da carreta se desprendeu do eixo. O veículo estava carregado e ficou na pista, onde caiu uma quantidade considerável de óleo. O carreteiro não se machucou.

A colisão foi próxima a uma curva. A carreta seguia sentido Sorriso e, o veículo, na direção contrária. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e uma equipe da concessionária fizeram sinalização da via.

A perita Aline Vieira, da Politec de Sorriso, analisou o local. “O velocímetro do veículo travou em 110 km/h, mas isso não é o suficiente para apontar a velocidade no momento da batida. Tem que ser feito estudo mais aprofundado. Através dos exames (pista) verificamos que não houve reação do condutor do Corolla, ele invadiu a faixa de rolamento contrário sem esboçar qualquer reação frenagem ou derrapagem. Apesar do local ser uma curva e possuir faixa contínua, que indicava que é proibida a ultrapassagem, ainda assim tinha visibilidade que dava para o condutor desse veículo visualizar o veículo a sua frente. Então, pode ser que ele tenha sofrido um mal súbito, ou dormido ao volante, não ter percebido sua ação de invadir a pista contrária”.

O condutor da carreta informou, que tentou evitar a colisão, mas não conseguiu. Ele saiu do Rio Grande do Sul e levava cargas para Sorriso e Sinop.

Um laudo será encaminhado para a Polícia Civil indicando a causa do acidente.

A BR-163 ficou interditada por cerca de 5 horas, com longas filas nos dois lados. A pista foi liberada às 16h, com lentidão em vários trechos da rodovia.