Rumo confirma investimentos para estender trilhos da ferrovia até Cuiabá e depois Lucas do Rio Verde

A empresa de logística Rumo, concessionária da Ferronorte, recolheu, antecipadamente, esta semana, o valor de cinco bilhões de reais referentes a antecipação parcial das outorgas das concessões da Malha Paulista.

No ato simbólico no Ministério da Infraestrutura, a concessionária confirmou ao senador Wellington Fagundes, do PL de Mato Grosso, que a empresa já deu início aos investimentos para ampliar os trilhos em Mato Grosso.

O acordo viabiliza investimentos na melhoria da Malha Paulista, que resultará na ampliação de capacidade de transporte de cargas até o porto de Santos, em São Paulo.

Isso vai permitir a empresa transportar mais cargas a partir de Mato Grosso, com a extensão dos trilhos de Rondonópolis até Cuiabá e depois para o norte do Estado.

A expansão dos trilhos é compromisso da empresa após a aprovação, pelo Tribunal de Contas da União, da prorrogação antecipada da concessão da Malha Ferroviária Paulista.

A malha norte da concessionária Rumo prevê a construção, em Mato Grosso, de três novos terminais para o transporte da produção agrícola e industrial.

“É importante que os trilhos da ferrovia cheguem ao coração da produção nacional. A ferrovia chegará à roça para escoar milho, soja, algodão e ainda passará pelos centros de industrialização de produtos. Estamos vivendo um grande ciclo”, disse Fagundes.

A concessionária Rumo pretende expandir os trilhos de Rondonópolis, onde possui o maior terminal de cargas da América do Sul, em direção a Campo Verde, Cuiabá, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde.

Sapicuá Rádio News