Professor é detido por suspeita de assediar aluna durante prova em Lucas do Rio Verde

Um professor de uma escola de informática, com 37 anos, identificado como E.F., foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Lucas do Rio Verde, na manhã desta terça-feira (4), após ser acusado de assédio sexual por uma aluna, de 31 anos. A situação teria sido registrada na noite de segunda-feira (3), em uma escola particular, durante aplicação de uma suposta prova.

De acordo com relato da vítima, ela teria feito uma prova, mas reprovado em quatro disciplinas. O professor então teria perguntado se ela gostaria que uma nova prova fosse aplicada. A estudante aceitou.

Em uma sala separada dos demais alunos, o professor teria cometido o assédio. O suspeito teria iniciado elogiando a aluna. Na sequência, oferecido um bombom. “Você é muito bonita, você quer um chocolate”, descreve o boletim de ocorrência. Na ocasião, ele ainda teria tentado beijar a estudante e perguntado se teria uma “chance” com ela.

Na oportunidade, a universitária teria pego o seu aparelho celular para tentar ligar para o marido, quando o suspeito teria questionado se ela teria fotos do corpo.

O suspeito teria perguntado também se ele gostaria de ver fotos em que ele estava nu. Com isso, a mulher teria tentado sair do local e, o professor teria pedido para que a aluna esperasse, porque os demais alunos poderiam desconfiar da “ajuda”. O homem teria questionado também se ela gostaria de ver “alguma coisa” e simulado que iria abrir as calças. Neste momento, a mulher saiu da sala e foi até a Delegacia fazer a denúncia.

Na mesma noite, por volta das 21 horas, dois investigadores foram até a faculdade, mas não encontraram o suspeito. Já por volta das 7h40, o homem foi localizado na unidade educacional e conduzido à Delegacia para as medias cabíveis. Ele deverá ser autuado por assédio sexual.

Olhar Direto