Prefeitura vai realocar R$ 46 mi para obras

A reprovação de dois projetos pedindo autorização para financiamentos pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde no início da semana motivou o Poder Público a realocar recursos para obras no município. Dois projetos serão enviados para análise da Câmara de Vereadores ainda esta semana.

Os recursos constantes em um dos projetos são de receita vinculada, destinados por convênios de outros entes, e de receitas próprias. Nesse segundo item, que totaliza cerca de R$ 19 milhões, estão recursos do Pré-Sal (R$ 1,4 milhão), de negociação com a BRF (R$ 10 milhões) e de ICMS. Ao todo, são cerca de R$ 32 milhões de superávit, recurso que está em caixa desde o último dia 17 de dezembro.

“Temos que enviar esses projetos e torcer para que ocorra tudo bem, e que seja aprovado”, declarou o secretário de Finanças, Giovanni da Silva.

O outro projeto que será enviado está relacionado ao planejamento do Executivo para obras previstas para serem executadas ao longo do ano. Nele, a Prefeitura pede autorização para o remanejamento de R$ 14 milhões. Totalizando cerca de R$ 46 milhões para obras.

“São obras de pequeno e grande porte que estão no planejamento e planejamos com esses recursos. Esse recurso da BRF estava no nosso planejamento. Se não viesse, iríamos ter que segurar algumas obras”, explicou o prefeito Luiz Binotti em coletiva nesta quinta-feira (13).

Nesse conjunto de obras não constam o recapeamento das ruas do bairro Menino Deus e da MT 449. Eles fazem parte dos projetos rejeitados no início da semana, cuja votação poderá ser contestada judicialmente pelo Executivo.

Redação: José Boas