Prefeitura revoga licitação para instalação de lombadas eletrônicas em Lucas do Rio Verde

A prefeitura revogou o pregão presencial para contratar uma empresa que iria fornecer os equipamentos de monitoramento eletrônico de velocidade que seriam instalados em até 39 pontos no município. A empresa seria responsável pela locação, manutenção preventiva e corretiva e extração de dados das lombadas eletrônicas.

O secretário de Trânsito, Edgar Rojas, explicou ao Só Notícias, que um estudo técnico limitou “alguns pontos” e, por este motivo, a administração está reavaliando o edital, que será novamente lançado. Ainda não há previsão para reabertura  do procedimento licitatório.Ele ressaltou que serão instaladas apenas lombadas eletrônicas e não haverá utilização de radares.

A licitação anterior previa que os equipamentos seriam instalados nas avenidas Goiás, aos fundos do Parque dos Buritis; Indústrias, nas proximidades da Bunge e da avenida Tessele Júnior; Amazonas, perto da rua Umuarama, da Cantina do Sul e da Açofer; na Tocantins, nas proximidades do lago Ernani Machado; na Nações, perto da prefeitura e das ruas Euclides da Cunha, Millôr Fernandes e Uruguai; na Brasil, em pontos nas proximidades das ruas São Valentim, Santo Amaro e Chile; Universitária, perto das ruas das Graças, dos canários e das Itaúbas; na avenida Cuiabá; na Mato Grosso, no cruzamento com a Paraná e Rio Grande do Sul; na Paraná, no cruzamento com a Mato Grosso; na Rio Grande do Sul com as avenidas Mato Grosso e Goiás ; e na avenida Goiás com avenida Rio Grande do Sul.

A prefeitura ainda poderia alterar os locais de instalação, conforme previsto no edital de licitação. O certame visava o registro de preços dos serviços e a administração não seria obrigada a contratar a totalidade dos itens previstos. A ata com o registro dos valores dos equipamentos teria vigência de 12 meses.

Conforme previsto no edital, a empresa teria 20 dias para instalar e ativar até dez equipamentos. Acima de dez e até 20 o prazo seria de 30 dias. Para instalação de até cinquenta lombadas eletrônicas o prazo será de 60 dias. Os pagamentos seriam efetuados pela prefeitura na terceira ou quarta semana, após a execução dos serviços. As propostas das empresas seriam recebidas no dia 27 deste mês.

Os radares deverão funcionar dia e noite e irão registrar as imagens de veículos que trafegarem acima da velocidade regulamentada para o local em que estiverem instalados. A empresa entregará para o município imagens com a placa do veículo, a velocidade média do condutor, a data e a hora da infração, a velocidade regulamentada para o local, o local da infração, a identificação do equipamento utilizado.