Prefeitura quer participação da sociedade sobre medida para coibir excesso de velocidade no trânsito

Foto: Assessoria

As repetidas campanhas de conscientização, blitze e outras ações fiscalizadoras efetuadas pelos agentes de trânsito em Lucas do Rio têm sido insuficientes para fazer cair o número de acidentes provocados por excesso de velocidade e outros tipos de abuso praticados por motoristas na área urbana.

O descaso e desrespeito às regras têm aumentado as estatísticas de mortes e do número de feridos que seguidamente dão entrada nas unidades locais de saúde ou que precisam ser transferidos para outros centros de atendimento médico a custos altíssimos que saem do próprio bolso de todos os contribuintes.

Para resolver o problema, a Prefeitura estuda a implantação de iniciativas mais drásticas – como a instalação de lombadas eletrônicas – para evitar riscos a pedestres e condutores de veículos. Para decidir sobre qual a melhor medida a ser adotada, a população será consultada por meio de uma enquete disponível no Facebook do Executivo.

De acordo com o secretário municipal de Segurança e Trânsito, Edgar Rojas, antes de partir para as blitze e outras ações coercitivas, os agentes responsáveis pelo trânsito trabalham com campanhas educacionais e orientações dirigidas indistintamente à população, como a Semana Nacional do Trânsito, realizada em setembro, com farta distribuição de materiais informativos e reforçada por meio de palestras sobre normas e segurança no trânsito em escolas e empresas.

“Seja por meio dessas ações de âmbito nacional, estadual ou local, pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas recebem uma carga de informações voltada para garantir a integridade física de todos que circulam pelas ruas e avenidas. Infelizmente, isso não tem surtido o efeito desejado”, observa Rojas.

A enquete dirigida à população terá como opções a instalação de lombadas físicas (quebra-molas) ou de lombadas eletrônicas na Avenida Brasil e na Avenida das Nações e ficará disponível no Facebook durante todo o mês de novembro. Segue o link para votação: https://tinyurl.com/y4kllanz

Por Ascom Prefeitura/Neri Malheiros