Prefeitura apresenta soluções para atendimento da unidade de saúde de Itambiquara

Na tarde desta sexta-feira, 31, o prefeito Luiz Binotti convocou uma reunião com moradores, produtores rurais e funcionários de fazendas da região de Itambiquara para tratar sobre a unidade de saúde da comunidade.

Desde o dia 21 de janeiro, a prefeitura propôs a ampliação dos atendimentos que eram realizados na comunidade através da transferência para o PSF de Groslândia. Para dar o suporte aos pacientes, a prefeitura fornece o transporte até a unidade de saúde de Groslândia, onde estão à disposição da população médico, enfermeiro e dentista, com a mesma atenção que são atendidos os habitantes da área urbana.

A prefeitura aumentou os dias de atendimento da unidade de saúde de Groslândia, passando para três dias por semana com médico e dentista e, de segunda a sexta-feira, uma profissional da saúde à disposição. O atendimento da comunidade de Itambiquara era feito somente em um dia na semana e agora passou para três dias.

“Essas decisões a respeito do PSF de Itambiquara para o atendimento em Groslândia têm essa finalidade de disponibilizar mais dias da semana de atendimento com médico, dentista, enfermeiro e também foi reforçada a equipe de Groslândia para atendimento com enfermeiro cinco dias na semana, além de ser melhorada a estrutura física do PSF. Todos os dados de atendimentos, tanto da população de Itambiquara quanto de Groslândia, são dados técnicos, buscados conforme a legislação do Ministério da Saúde e com o sistema de atendimento da Secretaria de Saúde para definir certinho a demanda diária de atendimento, inclusive os específicos, como doenças crônicas, casos graves, entre outros, então isso tudo é tabulado para chegar nesses números da demanda por atendimento no interior”, destacou o secretário de Saúde, Tenente Rafael Bespalez.

Conforme o secretário, a prefeitura vai manter um monitoramento na região de Itambiquara, com análise técnica e também pelo sistema de saúde, para analisar a demanda de pacientes. “Toda mudança pode gerar um certo desconforto e pode gerar dúvidas quanto ao atendimento, então o serviço não para por aqui. A partir de agora, os serviços continuam sendo monitorados e todos os dados a respeito de qualquer dificuldade serão avaliados e farão parte de um relatório de forma definitiva, sempre com a intenção de melhor o atendimento ao cidadão”, pontuou Rafael.

A prefeitura aproveita para esclarecer que os recursos que a Câmara de Vereadores havia repassado para realizar a reforma no PSF de Itambiquara foram destinados para o Hospital São Lucas por meio de um Termo de Fomento, conforme Projeto de Lei n. 85/2018, aprovado por unanimidade pelos vereadores durante sessão no dia 20 de agosto de 2018.

“O Hospital São Lucas teve uma necessidade de aporte de recursos e procurou a Câmara, e a partir disso foi feito um termo de fomento, com valor total de R$ 980 mil, sendo R$ 740 mil de recursos do Legislativo e R$ 240 mil que era pra essa reforma do PSF de Itambiquara. A decisão foi por projeto de lei, aprovado pelos vereadores”, explicou Rafael.