Perícia aponta evidência de invasão de pista no acidente com mortes de pai e filha na 163 entre Sinop e Sorriso

O perito criminal em Sinop André Luis Fúrio, informou, há pouco, que as evidências preliminares no violento acidente ocorrido na BR-163, entre Sinop e Sorriso, ontem à tarde, entre um Honda CRV prata, placas de Lucas do Rio Verde e o caminhão Mercedes-Benz vermelho, placas de Itaúba, apontam que o caminhão que seguia sentido Sinop saiu da sua pista, entrou na outra onde a CRV trafegava em sentido contrário.

Segundo o perito, o caminhoneiro relatou que havia um caminhão na sua frente e, como na margem direita havia uma vala de escoamento de água e tombaria se entrasse, fez uma conversão entrando na pista contrária. Neste momento, CRV e caminhão tentaram sair da pista e colidiram na lateral Oeste da rodovia. O caminhão atingiu violentamente a  lateral do carro.

O empresário Cleyton Holsbach Nunes, 40 anos, que diria o CRV, morreu no local. A filha dele, Maria Eduarda Nunes, de 10 anos, foi socorrida em estado gravíssimo, atendida no Hospital Regional de Sinop mas não resistiu e faleceu, à noite.

Bombeiros e equipe da concessionária também socorreram a esposa de Cleyton, de 34 anos, que teve fraturas e está hospitalizada em Sinop. De acordo com uma fonte, o menino, de 8 anos, (sobrinho dela) foi transferido, hoje, a um hospital em Cuiabá para atendimento em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

O empresário era dono de uma pastelaria em Lucas do Rio Verde e retornava, com familiares, de férias no Pará. Os corpos estão no Instituto Médico Legal de Sinop para necropsia.

Os velórios de pai e filha serão na Igreja Presbiteriana Renovada, em Lucas do Rio Verde, em horário a ser definido, provavelmente esta tarde. Os sepultamentos devem ocorrer neste sábado.