O Futuro Chegou!

Passamos por um período de grandes impactos e transformações de inúmeras profissões. Algumas simplesmente sumiram, outras novas profissões surgiram e surgirão ainda mais. Na verdade, a maioria das profissões passa por mudanças de comportamento e atuação, principalmente no setor contábil, que neste caso não muda seus princípios mas exige do profissional um novo conceito de atuação.

O maior responsável por esse novo momento é o Sistema Público de Escrituração Digital – SPED, que começou em 2007 com publicação do Decreto nº 6.022, além é claro da Lei 11.638/2007, que juntos trouxeram mudanças significativas para a contabilidade brasileira com a convergência das normas contábeis nacionais às normas internacionais, as IFRS.

As informações contábeis, financeiras e bancárias são entregues de forma eletrônica em arquivos digitais numa linguagem única chamada XML, que permite uma confrontação de dados mais rápida e eficaz por parte do fisco.

Principais informações contidas no SPED:

• NF-e – Nota Fiscal Eletrônica;

• CT-e – Conhecimento de Transporte Eletrônico;

• NF-c – Nota Fiscal ao Consumidor;

• EFD/Reinf – Escrituração Fiscal Digital;

• ECD – Escrituração Contábil Digital;

• ECF – Escrituração Contábil Fiscal;

De acordo com o Contador Tributarista, Diretor da Euro Consultoria Tributária, Mauro Chagas, este não acredita na extinção da contabilidade, pelo contrário acredita na transformação da forma tradicional de informações contábeis, para uma contabilidade digital em uma única linguagem de forma mais rápida, mas nem sempre precisa, cabendo ainda a cada profissional o zelo pelas informações.

“Hoje com a unificação desses modelos das entregas das obrigações acessórias, tudo ficou mais simples para o fisco, basta um sistema que faça esses confrontos e gere as possíveis inconsistências ou divergências nas informações, notifica-se o contribuinte de forma eletrônica, ou seja, uma fiscalização robotizada”, explica Mauro.

Acredito dessa forma também na contabilidade digital, o que não deixa de ser uma “contabilidade robotizada”, mas com supervisão do profissional contábil moderno e atualizado, o setor contábil brasileiro está em franca transformação. Terá mais profissionais atuando nos exames das informações do que na operacionalidade da contabilidade em si.

Em consequência dessa nova forma de atuação do profissional contábil, o ramo em forte crescimento é da consultoria segmentada nos mais variáveis setores da contabilidade e administração, por exemplo a auditoria eletrônica dos arquivos digitais.
É momento do empresário de todos os setores da economia entender mais do que nunca que é hora de um planejamento de todos os departamentos da empresa, usar as ferramentas da administração e contabilidade como instrumento de transformação para o futuro que chegou.

Cabe ao empresário entender que o Futuro Chegou, aquilo que falávamos que um dia seria assim, então esse dia chegou…

Mauro Chagas é Contador, Tributarista, Perito Contábil, Diretor das empresas Euro Consultoria Tributária e Euro Organização Contábil. [email protected]