Mulher é presa em Lucas do Rio Verde acusada de danificar agência de viagens

Uma mulher foi presa pela Polícia Militar acusada de agredir algumas pessoas e danificar uma agência de viagens, localizada no terminal rodoviário de Lucas do Rio Verde, ontem. Uma testemunha contou aos policiais que a suspeita chegou no local querendo passagem e teria ultrapassado o limite de distanciamento exigindo para evitar o contágio do novo Coronavírus (Covid-19).

Com isso, o funcionário pediu para ela aguardasse sua vez na linha de limitação. Neste momento, a mulher começou a quebrar os monitores, teclados, máquinas de cartão, cones, balcão da agência e até o celular de um mototaxista que estava no local.

Ela também teria feito ameaças de morte e ofendido atendente com palavrões. A suspeita ainda resistiu a prisão e tentou agredir os policiais, que acabou sendo algemada e encaminhada à delegacia de Polícia Civil.

- Publicidade -