Médico morre devido ao Covid em Lucas do Rio Verde e total chega a 58

A prefeitura de Lucas do Rio Verde confirmou, há pouco, o registro de mais dois óbitos em decorrência da doença e o número chegou a 58. Entre as vítimas recentes está o médico ginecologista obstetra e clínico geral Nelson Tanoue Hasegawa, de 71 anos. Ele foi internado num hospital de Cuiabá, no último dia 24 e transferido para São Paulo, onde não resistiu e faleceu, esta manhã.

Nelson deixa esposa, quatro filhos e netos. Ele tinha consultório na cidade e atendia em um hospital particular. Em nota, a prefeitura apontou que “bastante conhecido e muito querido por todos. O médico atuou de forma exemplar no atendimento de pacientes sempre com muito carinho e atenção, tornando-se uma referência médica para seus filhos, familiares, amigos e demais profissionais de saúde”.

A outra paciente tinha 62 anos. Inicialmente foi internada em um hospital privado, no último dia 28, e transferida para Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional de Sinop. Faleceu, ontem, e tinha como fator de risco hipertensão e diabetes.

No boletim epidemiológico de hoje consta ainda que mais 4 luverdenses foram infectados nas últimas 24 horas e a quantidade chegou a 5.409, desde o início da pandemia. Por outro lado, outros 88 se recuperaram durante o período, chegando a 4.968, o que corresponde a 91,8% do total de positivos até o momento.

Outros oito estão internados (ontem havia nove), sendo seis em UTIs e dois em enfermarias. Os que foram descartados após terem resultados negativos subiram. Havia 7.898 e agora são 7.988 (90 a mais). Os suspeitos apresentaram queda, passando de 65 para 53.