Mata-mata força novo congresso para debater o retorno do Mato-grossense

- Publicidade -

Com exatos 100 dias sem futebol profissional em Mato Grosso, a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) será obrigada a realizar um novo Arbitral Técnico para debater o retorno do Campeonato Estadual, paralisado desde dia 15 de março.

A disputa foi interrompida ao término da fase classificatória e iria iniciar o mata -mata – segunda fase -, com oito clubes brigando por vagas à fase semifinal.

- Publicidade -

A interrupção do torneio regional levará a entidade a discutir uma série de situações. Uma delas será a possível contratação de novos reforços para a disputa, com contratos tendo duração de apenas 30 dias. Isso pelo fato do Congresso Nacional ter aprovado esta brecha, contrariando a atual legislação trabalhista, que exige a contratação no mínimo de 90 dias

Outro fator de suma importância em caso de uma retomada da competição são os protocolos de segurança exigidos pelas autoridades de saúde dos municípios e do governo de Mato Grosso. Clubes e a FMF serão obrigados a cumprir à risca uma série de exigências rígidas para se evitar contaminação de jogadores, membros das comissões técnicas, arbitragem e outros profissionais.