Luverdense inicia projeto de reestruturação

Depois da queda para a quarta divisão do futebol brasileiro e a eminente saída do presidente Helmute Lawsch, muitos comentários surgiram em Lucas do Rio Verde, dando a entender que o Luverdense poderia até pedir licença na CBF e fechar as portas.

No entanto, com a conquista da Copa Mato Grosso e a vaga na Copa do Brasil do ano que vem, assegurada, o destino do clube deve ser bem outro.
Em entrevista exclusiva, o presidente Helmute, garantiu que o Luverdense terá um time forte e vai em busca de seus objetivos. “O Luverdense só não vai prosseguir se a sociedade e os nossos empresários não quiserem. Posso te adiantar que a Eletromóveis Martinello já definiu o novo patrocínio para a próxima temporada. A Sicredi também já sinalizou que vai continuar com o clube. A assinatura do contrato deve ocorrer nos próximos dias. Claro que ainda não será o suficiente, mas já estou em conversa com mais um parceiro, para a gente garantir a temporada” garantiu Helmute.

O mandato da atual diretoria se encerra no dia 31 de dezembro e a expectativa do presidente Helmute é de que o atual vice-presidente Jaime Binsfeld assuma o comando do clube. “Estamos conversando para saber se ele vai ou não aceitar o cargo. O Jaime seria a pessoa mais indicada para o cargo. Se ele não for o presidente, vamos pensar em outro nome. Independentemente de quem for, eu continuarei ajudando o Luverdense. O certo é que o Luverdense não pode morrer” finalizou.

O gerente de futebol Maico Gaúcho, encerrou a temporada como treinador e logo após a conquista do título da copinha, deixou claro que não pretende ser efetivado no cargo. “Meu contrato com o Luverdense se encerra junto com os demais integrantes da diretoria, no dia 31 de dezembro. Já deixei bem claro que não pretendo ser treinador. A minha permanência no clube, vai depender de quem vai assumir a direção. Pode ser que o novo presidente não me queira mais por aqui” disse.

Em relação a montagem do elenco para a próxima temporada, o Luverdense conta com apenas três jogadores com contrato vigente. O zagueiro Raphael, o meia Kauê e o atacante Abu. “Os demais jogadores vão ficar sem contrato a partir do dia primeiro de novembro. Nós estamos fazendo o acerto com todos eles e os liberando para as férias. Depois disso, caberá a nova diretoria procura-los para a montagem do elenco” revelou Maico Gaúcho.

Na temporada 2020, o Luverdense jogará o campeonato mato-grossense, (cuja estrei está marcada para o dia 21 de janeiro, contra o Dom Bosco), a Copa do Brasil, a Série D, Copa Verde e a Copa Mato Grosso.