Lucas do Rio Verde conta com mais de 2 mil testes rápidos para COVID-19

- Publicidade -

Na manhã desta terça-feira (9), a empresa alimentícia BRF fez a doação de 1 mil novos testes rápidos de COVID-19 para a prefeitura. Após a doação, Lucas do Rio Verde passa a contar com mais de 2 mil testes que serão utilizados conforme protocolo do Ministério da Saúde.

“Agradeço a doação feita pela BRF, será mais um apoio ao enfrentamento. Esse tipo de ação é muito importante neste momento de pandemia, onde unimos forças. O Município já havia adquirido testes e com essa doação seguimos firmes na batalha contra o Coronavírus”, destaca o prefeito, Luiz Binotti.

- Publicidade -

Segundo o Ministério da Saúde, o teste rápido deve ser feito após o sétimo dia de sintomas, pois é necessário que o suspeito espere para que o sistema imunológico crie anticorpos suficientes para ser detectado no teste.

Quando uma pessoa entra em contato com o vírus, o organismo inicia a produção de anticorpos como um mecanismo de defesa. No entanto, é preciso aguardar alguns dias até que a quantidade desses anticorpos seja detectável em um teste.

Vale ressaltar que a utilização de testes rápidos antes desse período pode levar a resultados negativos mesmo nas pessoas que possuem o vírus e produziram anticorpos, sendo, portanto, um resultado “falso negativo”.

O secretário municipal de Saúde, Rafael Bespalez, diz que será analisada as situações e conforme protocolo determinado os suspeitos que vão realizar os testes.

“Vamos seguir todos os protocolos do Ministério da Saúde em relação aos testes e continuar exercendo o nosso trabalho com cuidado e dedicação. Esses testes também tem o objetivo de alertar a população quanto as medidas de proteção, devemos continuar com os cuidados, pois só assim vamos vencer esse vírus”.