Lucas do Rio Verde do Rio Verde contará com Companhias de Teatro e de Dança

Com o objetivo de incentivar as manifestações culturais no município, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde instituiu a criação da Companhia Municipal de Teatro, da Companhia Municipal de Dança (Companhia Jovem de Dança e do Programa Escola Preparatória de Dança), do Plano Municipal de Cultura e oficializou a criação da Orquestra Sinfônica Jovem de Lucas do Rio Verde.

Os quatro projetos de lei de iniciativa do Poder Executivo foram aprovados nos últimos dias.

A Companhia Municipal de Dança tem como objetivo contribuir para o aprimoramento das habilidades básicas, dos padrões fundamentais do movimento, no desenvolvimento das potencialidades humanas e sua relação com o mundo. Também será uma oportunidade de apresentar os talentos dos jovens luverdenses em grandes apresentações. A companhia será formada pelos alunos das oficinas culturais que se destacarão na Escola Preparatória de Dança.

Outra iniciativa, foi a criação da Companhia Municipal de Teatro que prevê um núcleo artístico para desenvolver um trabalho contínuo de formação e divisão cultural, através das artes cênicas e expressão audiovisual. A proposta é difundir as artes cênicas no município e valorizar os artistas locais, fortalecendo a produção artística e ações que promovem a diversidade cultural.

Buscando o fortalecimento da cultura em Lucas do Rio Verde, a gestão também instituiu o Plano Municipal de Cultura. O plano prevê iniciativas no setor para os próximos 10 anos, somando 40 metas. Para elaborar o documento foi montada uma comissão composta por membros do Conselho Municipal de Cultura. As diretrizes também foram discutidas durante a Conferência Municipal de Cultura, que contou com a participação de representantes dos segmentos de artes, dança e música, dentre outros.

A oficialização da Orquestra Sinfônica Jovem de Lucas do Rio Verde também alavanca a cultura no município. A Orquestra Sinfônica Jovem busca abrir novas perspectivas de atuação musical para jovens instrumentistas e, ao mesmo tempo, promover o aprimoramento artístico a partir do desenvolvimento de uma prática orquestral intensa e pretende possibilitar oportunidades para que a música de concerto alcance novos públicos e contribua para o processo de formação dos ouvintes e cidadãos do futuro.