Homem demora para ser atendido e ofendo servidores do hospital

Nesta quarta-feira (28) a PM foi acionada por uma funcionária do Hospital São Lucas, informando que um homem estava com uma cirurgia ortopédica marcada, devido a uma fratura na perna esquerda.
Devido a demora para iniciar a operação, o suspeito teria começado a se exaltar, falando alto e desacatando as funcionárias do hospital, com palavras de baixo calão, não satisfeito teria ameaçado de morte um outro funcionário da instituição.
A PM foi no hospital e já no quarto, o suspeito disse que estava nervoso com a demora no procedimento da cirurgia. Como o homem estava com a perna fraturada e a espera do procedimento, os policiais o orientaram a aguardar a cirurgia de forma pacífica. Ele não foi encaminhado para a Delegacia.

Uma mulher, de 34 anos, acionou a polícia nesta quarta-feira (28), por volta das 16h, para comparecer em sua residência localizada na Rua Marechal Candido Rondom, Bairro Pioneiro, onde havia discutido com seu amásio (também com 34 anos), e que em certo momento o homem teria, de forma violenta, tomado seus documentos pessoais.
Como havia um cartão de crédito entre os documentos, acabou causando um corte na mão direita da mulher.
Na sequência o homem saiu de casa tomando rumo ignorado. A PM fez diligências, mas não encontrou o suspeito.