Gramado da Arena Pantanal recebe tratamento para retomada dos jogos da Série B

foto: assessoria/arquivo

A paralisação do Campeonato Brasileiro da Série B para a realização da Copa América no Brasil está possibilitando a Secretaria Adjunta de Esportes e Lazer do Estado a dar uma atenção especial ao gramado da Arena Pantanal. Principal palco dos jogos do Cuiabá, o estádio está sem receber partidas oficiais desde 11 de junho, quando o Cuiabá perdeu de 1 a 0 para o Atlético Goianiense pela Série B.

De lá para cá, a pasta responsável pelo local iniciou um trabalho de descompactuação da grama do campo. Isto é, um tratamento específico para melhorar a qualidade do gramado, matando as pragas responsáveis pela danificação do solo e jogar adubos, fertilizantes e irrigação diária do terreno para melhorar o campo de jogo.

No torneio continental, a qualidade do gramado das arenas onde sediam as partidas foi alvo de duras queixas das seleções e em especiais de craques como o meia argentino Lionel Messi, colombiano James Rodriguez e os uruguaios Edison Cavani e Luís Suárez.

Desde a inauguração da Arena Pantanal em 2014, o gramado do estádio, não havia recebido um tratamento específico. Nesse período a grama vem sendo cuidada em parceria com a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), que desembolsa R$ 8 mil, com adubo e fertilizantes para serem jogados constantemente no gramado.

O Cuiabá só voltará a atuar na Arena Pantanal no próximo dia 15 de junho quando irá encarar o Sport Recife.

A Gazeta