Fumaça em regiões próximas à BR-163 compromete segurança de motoristas

Os incêndios registrados nas regiões próximas à BR-163 geram fumaça que podem comprometer a segurança dos motoristas, que devem redobrar a atenção em situações desta natureza. Um exemplo foi o fechamento da pista na manhã desta segunda-feira (26), no km 604 da BR-163, em Nova Mutum, onde a fumaça atrapalhava a visibilidade.

De acordo com levantamento da Rota do Oeste, foram identificados 74 pontos com fogo no trecho sob concessão no período de 15 de julho até 22 agosto deste ano. O número é estável em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram identificados 78 casos.

Mesmo com o controle na quantidade de casos, a fumaça pode atrapalhar a visibilidade de quem trafega na BR-163, uma vez que algumas propriedades na região estão sendo afetadas pelo fogo. Nesses casos, a orientação aos motoristas é para que reduzam a velocidade do veículo, redobrem a atenção, parem em um local seguro quando identificar que não é possível seguir viagem e acionem a concessionária.

A Rota do Oeste dispõe de cinco caminhões-pipa e todos os veículos de inspeção contam com abafadores e equipamentos que dão condições aos funcionários de combater pequenas chamas, em estágio inicial, evitando que alastrem o fogo. Em casos de incêndios de grandes proporções, a instituição habilitada para o combate às chamas é o Corpo de Bombeiros.

Redação – G1MT