Emoção marca final do Canta Lucas 2019

(Foto: Ascom Prefeitura/Luiz Henrique e Patricia Pires)

O público que participou do corte de bolo em comemoração ao aniversário de 31 anos de Lucas do Rio Verde acompanhou a grande final do Canta Lucas 2019. No palco dez finalistas disputaram os prêmios de 1º, 2º e 3º lugar nas categorias Kids e Livre.

Depois de disputarem a seletiva com mais de 40 candidatos, os finalistas se apresentaram nesta segunda-feira (05) no Palco B, na Expolucas 2019, e arrancaram aplausos de uma plateia empolgada. Em cada música a emoção deu o tom das apresentações.

Na categoria Kids, Matheus Cassemiro levou o bicampeonato, com a música “Se deus me ouvisse”, seguido por Anna Heler, com a música “Vou me lembrar” e Grazielli Mueller, com a música “De Grão em Grão”.

Grazielli Mueller, que conquistou o 3º lugar, enalteceu a cultura e as tradições gaúchas. “O terceiro lugar foi maravilhoso. Como também faço CTG, é importante manter a tradição. Eu adorei, fiquei muito feliz”, declarou.

A segunda colocada Anna Heler interpretou uma música gospel e destacou o poder da música para evangelização das pessoas. “Foi uma experiência incrível, ótima. Estava nervosa, mas no final deu tudo certo. Deus me ajudou muito e a professora Elis também. Acredito que cada pessoa tem um tipo de ser evangelizada, e a música ajuda muito”, destacou.

Para Matheus Cassemiro, de apenas 11 anos, campeão na categoria Kids, esses festivais impulsionam a carreira artística. “Graças a Deus eu ganhei ano passado e esse ano. Gostei muito de cantar nesse palco. Meu pai escolheu a música, treinei e deu certo. Agora vou tentar construir minha carreira”, confessou.

Na categoria Livre, o grande campeão da noite foi Junior Berrantes, que interpretou a música “Como Nossos Pais”, seguido de Victória Fernandes, com a música “Aleluia”, e Davi Dias de Oliveira, com a música “Onde anda você”.

Davi Dias de Oliveira é veterano no Canta Lucas e ficou impressionado com o crescimento do nível da competição. “O nível dos competidores estava bem alto. Esse ano me impressionei. Me atrapalhei um pouco com o frio, porque fiquei gripado, mas deu tudo certo. Meu objetivo é sempre participar do festival. Ano passado escolhi uma música que não me favoreceu, mas esse ano a música ajudou bastante”, relatou.

A segunda colocada, Victória Fernandes, apontou o aprendizado como diferencial do festival. “Foi muito emocionante participar. Não foi só um concurso, mas foi um aprendizado com a equipe, com os jurados que são muito competentes. Essa foi a primeira vez que participei de festival em Lucas e foi uma experiência muito boa”, completou.

Junior Barrantes, grande campeão do Canta Lucas, categoria Livre, interpretou uma música de Elis Regina, sucesso na década de 70. “É o meu primeiro ano. Estou muito feliz por ter ganhado. Vim com sangue nos olhos e interpretar Elis Regina sempre foi um sonho. Já penso numa próxima aqui e uma próxima pra fora também”, falou.

O secretário de Cultura, Ruam Villas Boas, apontou o nível dos finalistas como diferencial do festival. “É o segundo ano que a gente promove o Canta Lucas, resgatando os festivais, em especial para o aniversário de Lucas do Rio Verde. Pessoas de alto nível cantaram, motivo de muito orgulho para nós da organização.”

O prefeito Luiz Binotti e a primeira-dama Rafaela Frizzo acompanharam as apresentações e fizeram a entrega da premiação aos ganhadores do Canta Lucas. “Essa final foi o resgate feito na nossa gestão, juntamente com o secretário Ruam, a gente vê tantos artistas famosos surgirem nos festivais. Esses artistas podem seguir carreira artística. O poder público tem esse papel, de colocar em igualdade de condições”, pontuou Binotti.

O Canta Lucas 2019 revelou talentos e premiou o 1º, 2 e 3º colocados nas categorias Kids (de 08 a 14 anos) e Livre (a partir de 15 anos). O corpo de jurados foi composto pelo secretário de Cultura, Ruam Villas Boas, o cantor Rick Nunes, o cantor Kaio Fernandes, o cantor e ator Preto Nascimento e o cantor Leandro Monteiro. Foram analisados os itens: dicção, interpretação, afinação e ritmo. Os vencedores receberam troféus e premiação em dinheiro.

Por Ascom Prefeitura/Cultura – Dayse Karol