Comissão eleitoral realiza cerimônia de lacração das urnas para escolha do Conselho Tutelar

(Foto: Ascom Prefeitura/Daniela Meinerz)

As 15 urnas destinadas à votação do Conselho Tutelar de Lucas do Rio Verde programada para o próximo domingo, 06, foram publicamente lacradas na manhã desta quinta-feira, 03, durante cerimônia promovida pela Comissão Especial de Eleição. O ato, na Casa dos Conselhos, foi encaminhado na presença de representantes do próprio Conselho Tutelar, do Ministério Público e da imprensa local. Curiosamente, nenhum dos 10 candidatos acompanhou a aplicação do lacre, um dos passos para comprovar a lisura e transparência do processo eleitoral que será conduzido na mesma data em todo o território nacional.

Nesta reta final antes da votação, os concorrentes somente poderão fazer campanha física ou por meios virtuais até sexta-feira. A titularidade dos membros do Conselho Tutelar será assumida pelos cinco candidatos mais votados e os demais deverão compor a suplência do órgão colegiado. A posse será no dia 10 de janeiro e o mandato tem duração de quatro anos.

Todos os 43.530 eleitores devidamente credenciados pelo Tribunal Regional Eleitoral até o dia 15 de julho terão direito de votar em apenas um candidato de sua preferência. Será exigida a apresentação do título eleitoral e de um documento oficial com foto.

Os locais de votação foram distribuídos regionalmente em seis escolas do perímetro urbano e em duas da zona rural. As cédulas de papel terão o nome e uma foto de cada concorrente e o eleitor deverá marcar um X no espaço correspondente ao candidato de sua escolha.

“Como temos um número bem mais reduzido de participantes nesse tipo de processo de escolha e agregamos os locais de votação por região, cada eleitor precisa verificar em qual unidade escolar deverá votar. Em alguns casos, é na escola mais próxima do seu local de votação habitual”, explica a coordenadora da Comissão Especial de Eleição, Márcia Braga.

Segundo a coordenadora, depois de as urnas serem exibidas na presença de todos os interessados, cada uma recebeu dois lacres, um deles na fechadura, que somente serão retirados pelo presidente de cada sessão e pela comissão apuradora. “Após o encerramento da votação, que se estende das 8 horas às 17 horas, as urnas serão recolhidas pela Guarda Municipal e levadas para a Câmara de Vereadores, onde será feita a contagem dos votos”, informa.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Lídia Mara Gonçalves Pereira, destacou a importância da participação da sociedade para dar respaldo ao processo eleitoral e lançou um apelo aos eleitores para irem às urnas no próximo domingo. “Estamos aqui hoje para fazer a cerimônia de lacração das urnas e queremos fazer um convite a todos os eleitores luverdenses para participarem desse processo que vai escolher aqueles que serão os conselheiros tutelares do nosso município pelos próximos quatro anos”, conclama.

Todo o Processo de Escolha em Data Unificada do Conselho Tutelar tem sido coordenado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, com apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social. Trinta candidatos participaram da prova realizada no dia 07 de julho, segunda etapa do processo. Diferentemente das eleições anteriores, um dos critérios para se inscrever foi a exigência de comprovação de curso superior.