Celulares de funcionários do Hospital São Lucas são clonados e golpes aplicados

No último final de semana, descobriu-se que celulares de 8 colaboradores do Hospital São Lucas haviam sido clonados. E tendo acesso ao Whatsapp e outras informações como contatos, os bandidos começaram a ligar para as pessoas, se apresentando como funcionários do hospital e pedindo dinheiro.

Segundo a Gestora do Hospital, Tatiane Lima, os golpistas diziam que médicos estariam pedindo dinheiro para compra de remédios, onde afirmavam que se não fosse depositado os valores pedidos, a unidade hospitalar teria que desligar os aparelhos deste parente da vítima contatada. “Os golpistas entram em contato com o parente falando que se não for depositado um valor nas contas informadas por eles, será interrompido o tratamento do paciente, seja por Covid-19 ou por alguma outra doença que está sendo tratado na instituição de saúde”, explica a Gestora, informando ainda que os golpistas estariam pedindo dinheiro em nome de médicos conhecidos na cidade.

Segundo informações da Assessoria do Hospital São Lucas, o caso já foi registrado na Polícia Civil, que abriu as investigações. Além dos 8 celulares clonados dos funcionários, 3 parentes de pacientes, caíram no golpe e depositaram valores aos bandidos. Todas essas informações já foram passadas para a polícia.