ARTIGO – Organizar é Preciso

Cada dia mais percebemos que planejar o futuro, seja ele pessoal, familiar ou empresarial é primordial, e que a ausência de um planejamento causa inúmeras situações de desgaste no dia a dia. Notadamente no Brasil, a maioria das empresas são de origem familiar e a falta de um planejamento adequado é a realidade que inviabiliza a continuidade de grande parte delas.

Quando falamos de planejamento, já se imagina a morte ou aposentadoria daqueles que idealizaram e trabalharam para a empresa ou negócio da família crescer, não é isso, não é só isso, o planejamento pode e deve ser utilizado como uma ferramenta organizacional voltada principalmente para a gestão das atividades, sejam elas empresariais, familiares, rurais ou patrimoniais, a fim de se estabelecer acordos, regras e direcionamentos entre si, familiares ou não.

Cada negócio, família ou empresa possui suas peculiaridades que devem ser respeitadas e estudadas de forma aprofundada para traçar as melhores estratégias sejam elas sucessórias, tributárias ou empresariais, não é como uma receita de bolo que serve para todos de maneira igual, não é sair constituindo Holding, é preciso definir o que se encaixa em cada perfil e estruturar por meio dos inúmeros instrumentos disponíveis a forma mais adequada de se organizar.

Na atividade empresarial por exemplo o planejamento, pode evitar a entrada de um sócio indesejado, seja ele herdeiro ou sucessor que não esteja apto ou preparado para a gestão do negócio e que inviabilize a continuidade das atividades, ou que queria vender sua participação descapitalizando o caixa da empresa podendo levar a falência.

Na esfera patrimonial o planejamento pode ser utilizado como ferramenta de antecipar a partilha dos bens, de não imobilizar as atividades durante o inventário e o principal, de evitar os conflitos familiares e as despesas tributárias elevadas.

Planejar não significa perder ou passar o controle do seu negócio e/ou patrimônio para seus herdeiros ou sucessores e sim condicioná-los e prepara-los para o futuro, evitando que os problemas familiares atinjam as empresas e que os problemas das empresas atinjam as famílias.

 

Derlise Marchiori
Advogada especialista em direito empresarial
[email protected]