3º Prêmio Harri Müller homenageia boas práticas ambientais

(Foto: Ascom Prefeitura)

A emoção e o clima de confraternização tomaram conta da noite de entrega do 3º Prêmio Harri Müller de Meio Ambiente, iniciativa da Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, nesta quinta-feira (27), para homenagear pessoas, empresas e entidades que de alguma forma praticam ou promovem ações que contribuem para a preservação da natureza e a sustentabilidade do planeta.

Como na edição passada, uma pessoa física e uma pessoa jurídica ou entidade receberam a premiação, empresas e instituições foram distinguidas com o Certificado Empresa Amiga do Meio Ambiente e pessoas e instituições foram homenageadas como Parceiros e Apoiadores do Meio Ambiente. Além disso, o Concurso Fotográfico do Meio Ambiente foi introduzido para premiar as melhores imagens promotoras de sensibilização e conscientização ambiental produzidas por profissionais e amadores.

O 3º Prêmio Harri Müller do Meio Ambiente, na categoria pessoa física, foi entregue a Sandro Scarabelot, proprietário da Alternativa Gestão Ambiental, empresa que utiliza 100% de sua energia elétrica produzida através de usina fotovoltaica e que conta com sua sede montada com produtos fabricados a partir de plásticos recuperados. É a única empresa no Brasil a usar este modelo de transformação de resíduos plásticos em produtos.

Ganhador na categoria pessoa jurídica ou entidade, o Grupo Escoteiro Calango completa 10 anos de fundação e atividade no município em 2019. Com 102 membros, o grupo busca promover o desenvolvimento dos jovens por meio de valores como fraternidade, lealdade, altruísmo, respeito, disciplina e respeito ao meio em que vivem, priorizando o trabalho em equipe e a vida ao ar livre.

Segundo o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Márcio Albieri, a entregue do 3º Prêmio Harri Müller de Meio Ambiente foi o momento culminante de um mês inteiro dedicado a mais de 60 ações e serviços voltados para a conscientização da sociedade luverdense e incentivo de boas práticas ambientais. “Resolvemos fazer o Mês do Meio Ambiente porque uma semana ficou pequena e contamos com o apoio de diversas empresas, instituições, entidades e de outras secretarias do nosso município. Nesta noite, prestamos homenagem ao empresário Sandro Scarabelot, que transformou um problema, que é o lixo e os resíduos que produzimos, em uma solução, e ao Grupo Escoteiro Calango, que, voluntariamente, tem inúmeros trabalhos prestados à sociedade”, frisa.

A primeira-dama Rafaela Frizzo destacou a importância do evento para estimular a preservação da natureza e tornar Lucas do Rio Verde também uma referência e exemplo de sustentabilidade. “Desde o início, a administração do prefeito Binotti tem uma preocupação muito grande com as questões ligadas ao meio ambiente e à qualidade de vida da população. O cuidado com o meio ambiente deve começar dentro de casa, dentro das nossas empresas e se estender a todos os lugares. Só assim conseguiremos deixar um mundo muito melhor e mais saudável para os nossos filhos e as futuras gerações”, declara.

Os vencedores do concurso fotográfico, na categoria amador, foram Jairo Wanderson Nogueira, primeiro colocado, Aline Stach, segunda colocada, e Jordana Tibério Cruz, terceira colocada. Na categoria profissional, o ganhador foi Weidson Cardoso.

A premiação foi criada em 2017, durante as comemorações da Semana Municipal de Meio Ambiente. O primeiro homenageado com o Prêmio Harri Müller de Meio Ambiente, em 2017, foi o ex-prefeito e produtor rural Werner Aroldo Kothrade, e no ano passado, receberam a homenagem o ex-prefeito, produtor rural e empresário de Lucas do Rio Verde, Marino Franz, e a Ong TNC.

Por Ascom Prefeitura/Neri Malheiros