Tribunal de Justiça inaugura novo fórum com investimentos de R$ 14 milhões em Lucas do Rio Verde

O novo fórum da comarca de Lucas do Rio Verde foi inaugurado, há pouco. A unidade tem 4,7 mil m² de área construída, no bairro Parque dos Buritis. A prefeitura doou o terreno de 25 mil metros quadrados e o Tribunal de Justiça investiu cerca de R$ 14,9 milhões. Por fazer parte do público de risco da Covid, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e desembargador, Carlos Alberto Alves da Rocha está em Cuiabá e participou pela internet.

Acompanharam a inauguração da nova sede, o juiz e diretor do Foro, Hugo José Freitas da Silva, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso, Leonardo Campos, prefeito eleito Miguel Vaz e o atual gestor Luiz Binotti entre outras autoridades políticas. “É com muita alegria que entregamos essa obra para toda sociedade de Lucas. É uma obra com muita segurança e ampla. É um dos melhores fóruns de Mato Grosso. Nesses dois anos de obras, movimento a economia local. Isso é desenvolvimento para Lucas do Rio Verde em uma área bem posicionada. É uma obra definitiva para os próximos 100 anos”, afirmou Binotti.

Para o presidente da OAB, Leonardo Campos que a “advocacia participou diretamente deste momento, trabalhando pela escolha deste local, implementação dos projetos e construção dessa moderna unidade representa distribuição de justiça de maneira mais célere. A presença do Poder Judiciário trazendo segurança jurídica para toda comunidade promove o desenvolvimento com segurança. Enfim, hoje é um dia que extrapola os limites de Lucas do Rio Verde. É um dia que a sociedade de Mato Grosso tem muito que comemora com essa sede belíssima”.

O magistrado Hugo José Freitas da Silva explicou que o novo prédio é moderno, acessível e vai trazer uma estrutura para “acomodar todos os órgãos, todas as unidades do Poder Judiciário, e também proporcionar uma prestação jurisdicional com mais qualidade, eficiência e eficácia.

A mudança para o prédio novo está prevista para ocorrer no dia 25 no próximo mês.  ” Eu ainda não tenho sessões marcadas, mas possivelmente, as sessões futuras do tribunal do júri já serão nesse recinto. Só não fizemos a mudança ainda, para ressaltar essa questão, devido algumas questões de internet, mudança de link, mas no mais já estamos preparados para mudar”.

A obra foi lançada no dia 19 agosto do ano passado. A previsão era para obra ter sido concluída em maio deste ano, mas devido à pandemia da Covid acabou atrasando.  Atualmente, 29 mil processos tramitam em sete varas – duas criminais e cinco cíveis.

No local onde o fórum foi construído também é feita as sedes da Justiça Trabalhista que já está em construção, e futuramente da Defensoria Pública, promotoria, e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O fórum antigo e as sedes das demais entidades se tornarão um complexo da saúde, ampliando diversos serviços e atendimentos da saúde municipal. Assim, o cidadão terá vários serviços do mesmo setor concentrados em um só lugar, facilitando no deslocamento para buscar esses atendimentos.