Transferidos para cadeia 3 presos por envolvimento nas mortes de avô e neta em Lucas do Rio Verde

Os três acusados de envolvimento nas mortes de Eduardo Ferreira dos Santos, de 45 anos, a neta dele, de 3 anos, além de balear a esposa, de 45 anos, e o filho de 26, já foram transferidos para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Lucas do Rio Verde. As informações foram confirmadas pelo delegado responsável pelas investigações Daniel Nery.

O terceiro suspeito foi preso numa propriedade rural, localizada em Vera, na última segunda-feira por investigadores da Polícia Civil e o setor de inteligência da Polícia Militar. Já os outros dois foram capturados na terça-feira, na avenida Tocantins, no bairro Cidade Nova. As identidades deles não foram reveladas.

Anteriormente, o delegado afirmou que as câmeras de segurança ajudaram prender os envolvidos. ‘Com o monitoramento identificamos o veículo e chegamos até os suspeitos. Próximo à avenida Tocantins prendemos dois envolvidos. Contamos que são quatro. Dos dois conduzidos já afirmaram que estavam juntos e foram até o local, mas não confessam que atiraram. Vão ser atuados em flagrante”.

Nery explicou que a possível motivação do crime ocorreu após uma discussão. “É provável porque ainda vamos aprofundar as investigações que eles tiveram uma discussão no dia anterior. No dia seguinte, retornaram para acertarem as contas. Eles bem jovens, não tem passagens pela polícia. Porém, para fazer um crime como esse acreditamos que já tenham envolvimento”.

O crime ocorreu nas proximidades da comunidade Morocó, em Lucas do Rio Verde, no último domingo à tarde.  Eduardo morreu ainda no local. Já a menina foi atingida na cabeça por um dos tiros, socorrida pela própria família e levada até o hospital de Lucas do Rio Verde. Porém, devido a gravidade precisou ser transferida ao Hospital Regional de Sorriso onde acabou morrendo. Avô e neta, foram sepultados em Lucas do Rio Verde.