Preso mais um suspeito pelas mortes de avô e neta em Lucas

A Polícia Civil de Lucas do Rio Verde efetuou ontem a prisão do quarto suspeito de envolvimento no crime que resultou na morte de Eduardo Ferreira dos Santos, 45 anos e da neta dele, de 3 anos, ocorridas no dia 30 de agosto, deste ano em uma chácara as margens do Rio Verde, próximo a ponte de madeira que dá acesso a comunidade de Morocó. Na oportunidade a esposa de Eduardo, de 45 anos, e o filho dele, de 26, também foram baleados e se recuperaram dos ferimentos.

Conforme a polícia, o suspeito preso ontem, havia participado de outro crime que chocou a cidade no ano passado, quando ainda era menor de idade, também na região do Morocó. “Este individuo já havia participado de um triplo homicídio na região de Sorriso, quando era menor de idade, e na época foi apreendido. Hoje já é maior de idade e deverá permanecer preso” apontou o delegado Daniel dos Santos Nery. Conforme o delegado, ainda falta efetuar a prisão de um quinto suspeito, pelo crime que comoveu toda a sociedade Luverdense.

Dois dos criminosos foram presos um dia após o crime, na Avenida Tocantins, juntamente com o veículo Volkswagen Gol, vermelho utilizado no crime. O terceiro, foi preso dois dias depois em uma propriedade rural, localizada no município de Vera.