Obra de hidrelétrica em Lucas do Rio Verde deve começar neste semestre

A construção da Pequena Central Hidrelétrica Rio do Cedro foi discutida, na manhã desta quinta-feira, em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Lucas do Rio Verde. O objetivo foi a inclusão do empreendimento no Programa de Desenvolvimento Econômico de Lucas do Rio Verde, para que a obra obtenha os incentivos fiscais.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Paulo Franz, a construção da nova usina é essencial na retomada do desenvolvimento do município. “Já estamos em conversa com algumas indústrias interessadas em se instalar em Lucas do Rio Verde e a garantia de energia de qualidade é essencial para a vinda das mesmas”.

A nova usina terá capacidade para gerar até 28 megawatts de energia, o suficiente para atrair novos empreendimentos e abastecer uma cidade de até 100 mil habitantes. Segundo o secretário, o projeto de construção da PCH está em fase de licenciamento ambiental. Serão investidos aproximadamente R$ 120 milhões e gerados cerca de 2.500 empregos.

A nova usina terá as mesmas características da PCH Canoa Quebrada, construída na área do Rio Verde. As obras devem começar ainda neste semestre e devem ser concluídas em três anos.

Fazem parte do Codel, representantes do Poder Executivo, Legislativo, entidades e empresários.