Com o objetivo de apresentar a modalidade adotada para a realização do censo demográfico 2021 em Lucas do Rio Verde, agentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estiveram na última quinta-feira (11) no Paço Municipal. O encontro foi acompanhado por servidores da Secretaria de Planejamento e Cidade.

Segundo as informações apresentadas, no ano que vem, o município luverdense terá dois pontos presenciais de apoio para a realização da pesquisa. Os locais serão cedidos pela Prefeitura para a coleta de dados do instituto.

Ao todo serão 67 agentes do IBGE aqui na cidade. O início das pesquisas domiciliares está previsto para o dia 01 de junho do próximo ano e terá duração estimada de três meses. O instituto espera entregar os primeiros resultados a partir de setembro de 2022.

“Desde o censo de 2010, Lucas do Rio Verde teve um crescimento da população, então, as expectativas são as melhores possíveis. A gente está com uma equipe para ser contratada, vamos abrir em breve o processo seletivo e o que pedimos é que a população receba e responda nossa equipe para a realização dessa pesquisa”, disse o coordenador regional do instituto, Pedro Spoladore.

O censo demográfico acontece a cada 10 anos em todo o país. O último foi realizado em 2010 e, em 2020, um novo estava previsto, mas foi adiado. Na ocasião, o instituto teve os recursos remanejados para o combate à pandemia da Covid-19.

Marcio Pandolfi, vice-prefeito, garante apoio do município na realização do censo. “Tivemos essa semana uma reunião com o IBGE, estaremos em contato permanente com eles para que a gente possa ter um trabalho minucioso, para que não fique ninguém de fora dessa contagem”, disse o vice-prefeito.

<< Matéria anteriorMorto no acidente entre carro e carretas na BR-163 era representante comercial e morava em Sorriso
Próxima matéria >>Forças de segurança discutem ações de fim de ano